Türkiye Cumhuriyeti

Lizbon Büyükelçiliği

Konuşma Metinleri

Discurso Por Ocasião Do XX Encontro Do Conselho De Ministros Da CPLP, 24.07.2015

DISCURSO DO

PRIMEIRO CONSELHEIRO ÖZGÜR ULUDÜZ

POR OCASIÃO DO XX ENCONTRO DO CONSELHO DE MINISTROS DA CPLP

 (24 de Julho 2015, Díli)

 

Excelentíssimos Senhores Ministros,

Excelências,

Caros Colegas,

A localização estratégica da Turquia obriga-nos,  a prosseguir uma política externa ativa, construtiva e multidimensional, e a intensificar nossas relações na América Latina, África, Ásia e nas regiões do Pacífico num mundo cada vez mais globalizado. Esta política externa dinâmica conduz naturalmente a Turquia a uma procura de parceiros, não só,  na sua imediata ou mais alargada vizinhança, mas também numa larga escala transcontinental. Assim, o reforço da nossa cooperação com a CPLP, que representa uma população total de 250 milhões, é complementar à nossa visão de política externa.

Entre outros, a Turquia é membro da NATO e membro fundador do Conselho da Europa e da OCDE. A Turquia é também candidata a membro de pleno direito da União Europeia, e faz parte da União Aduaneira desde 1996. É também membro da OCI e atualmente ocupa a presidência do grupo das maiores economias mundiais, o G20, desde 1 de dezembro de 2014.

A Turquia está entre os mais recentes Observadores Associados da CPLP e este estatuto foi-lhe concedido na 10ª Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da CPLP, há um ano, aqui, em Díli. Para além disso, a Turquia também decidiu reforçar ainda mais, o seu recente estatuto,  acreditando a sua Embaixada em Lisboa como Representação Permanente  junto da CPLP.

Embora seja algo comum entre os Estados membros permanentes, é de facto a primeira vez, que um país observador faz a acreditação de uma Representação Permanente junto da CPLP. É também um passo que demonstra claramente a vontade da Turquia de fortalecer as suas relações com a CPLP e um reflexo da politica que deriva do seu desejo de desenvolver fortes laços institucionais com novos parceiros ao redor do mundo. Neste contexto, gostaria de agradecer ao Secretário Executivo da CPLP, Embaixador Murargy, e através dele, aos membros do Secretariado, pelas demonstrações de apoio e cooperação ao longo de todo este processo.

Em resumo, o estatuto de Observador Associado da Turquia, marca o começo de uma nova era,  nas relações da Turquia com o mundo Lusófono. Para a Turquia, a CPLP representa um fórum multilateral único, que faz a ponte entre quatro continentes, sendo também uma organização com cujos membros a Turquia goza de boas relações e amizade crescentes.

Neste momento, a Turquia tem Embaixadas em Portugal, Brasil, Angola e Moçambique, e está a reforçar os seus laços diplomáticos, económicos e comerciais com outros membros da CPLP como parte das suas linhas de orientação da politica externa, a qual coloca também grande ênfase noutros continentes fora da sua vizinhança mais imediata, em particular África, América Latina e Ásia.

A Turkish Airlines representa muito bem esta tendência voando basicamente para mais destinos do que qualquer outra companhia aérea do mundo (276 para ser mais preciso), com uma cobertura particularmente forte das capitais Africanas. Entre esses destinos Africanos, a Turkish Airlines anunciou recentemente, que os voos para Maputo irão começar brevemente, provavelmente até o mês de Outubro deste ano. Também estão previstos voos para Luanda. Na América Latina, o primeiro destino para onde a Turkish Airlines começou a voar foi o Brasil (São Paulo) em 2009. Entao, agora temos contacto direto com o mundo Lusófono, provavelmente pela primeira vez na nossa história neste âmbito.

Acreditamos que o estatuto de Observador Associado possa ser mutuamente benéfico, proporcionando também um valor acrescentado à CPLP, permitindo-nos ainda uma melhor cooperação em diversos assuntos globais de interesse mútuo numa base estrutural.

Um dos primeiros passos concretos na direção do reforço da nossa colaboração em plataformas internacionais, na sequência do nosso estatuto de observador, foi dado quando a Turquia se tornou um co-patrocinador da resolução intitulada "Cooperação entre a ONU e a CPLP", adotada pela Assembleia Geral da ONU,  em 6 de Julho deste ano.

Excelências,

Senhoras e Senhores,

Permitam-me também salientar brevemente algumas atividades recentes e previstas, relativas aos esforços da Turquia, como novo Observador Associado da CPLP, não se tratando, no entanto, de uma lista exaustiva.

- A Turquia foi o primeiro observador associado a assinar, no contexto da Cimeira de Díli, o Memorando da Cooperação Técnica com o Instituto Internacional da Língua Portuguesa (IILP/CPLP).

- Em linha com o acordo de cooperação entre o Instituto Camões e a Universidade de Ancara, o Português é um curso seletivo na Universidade de Ancara, uma das maiores e mais conceituadas universidades da Turquia, e a Universidade tem planos para também abrir um "Departamento de Língua e Literatura Portuguesa" em breve.

- O LAMER (Centro de Investigação da América Latina), também sediado na universidade de Ancara, alargou as sua atividades de maneira a incluir a Língua Portuguesa facultando cursos intensivos para principiantes.

- O LAMER e o Ministério dos Negócios Estrangeiros Turco chegaram a acordo para facultar cursos intensivos de Língua Portuguesa a diplomatas Turcos e outros funcionários públicos.

- O LAMER também assinou um acordo com a Universidade de Lisboa que lhes deu uma nova função como CAPLE - Centro de Avaliação de Português como Língua Estrangeira. LAMER é o primeiro CAPLE não só
na Turquia mas também no Médio Oriente e nas regiões do Sul do Cáucaso.

- O dia 5 de Maio, Dia Internacional da Língua Portuguesa é agora celebrado, anualmente,  na Turquia com contributos culturais valiosos e com uma participação ativa das Embaixadas dos países membros da CPLP, em Ancara.

- Um passo muito concreto foi dado pela TRT (Rádio e Televisão Turca), a empresa nacional de radio e televisão, patrocinada pelo Estado, com a maior cobertura nacional, que incluiu a Língua Portuguesa na sua programação via web e radio para fazer a cobertura de programas de história, cultura,turismo e música.

- Há pouco tempo que enviámos propostas de protocolos de cooperação bilaterais da TRT, para as suas congéneres dos alguns países membros da CPLP, e gostaríamos de os ver concluídos logo que possível, para que possam liderar o caminho para muitos novos projetos comuns na área da cultura.

- Eu posso colocar-me a mim mesmo nesta lista, porque fui nomeado para a nossa Embaixada em Lisboa ao mesmo tempo da Cimeira de Díli, no ano passado, e como um diplomata que fala o Português como língua estrangeira, 
e que antes serviu também  no Brasil, eu assumo que não foi uma coincidência!

Excelências,

Senhoras e Senhores,

A Turquia é um parceiro de confiança para a CPLP e a nossa presença aqui, hoje, é mais uma vez,  uma afirmação do nosso desejo de aprofundar a nossa cooperação com o Mundo Lusófono, criando novas sinergias numa base mutuamente benéfica.

Muito obrigado por esta oportunidade e pela vossa atenção.